BI? Business Intelligence? O que é?

O BI é fornecer os dados certos, no momento certo, às pessoas certas, para que elas possam tomar as decisões certas.

O chamado BI, nem sempre é bem explicado. E muitos acham que se trata de uma tecnologia “de outro mundo”, algo impossível de usar em sua empresa.
Mas a análise de dados não é mais apenas para os grandes; hoje é acessível a empreendimentos, organizações e empresas de todas as formas, tamanhos e setores. O poder da análise de dados e da inteligência de negócios é universal.

Em um mundo dominado por dados, é mais importante do que nunca para as empresas entenderem como extrair cada gota de valor da série de informações digitais disponíveis.
Ao adquirir a capacidade de entender quais conjuntos de dados são relevantes para metas, estratégias e iniciativas específicas em sua organização, você poderá identificar tendências ou padrões que ajudarão a fazer melhorias significativas em várias áreas-chave da organização. Esse conceito é conhecido como inteligência de negócios ou BI.

O Business Intelligence (BI) se refere à inteligência de negócios, engloba as estratégias e tecnologias usadas pelas empresas para uma detalhada análise dos dados chaves do negócio. As tecnologias de BI oferecem insights históricos, atuais e preditivos sobre vários aspectos das operações de negócios, ajudando assim uma empresa a tomar decisões informadas sobre atividades centradas em finanças, marketing, vendas, pesquisa de concorrentes, alcance social, processos internos e muito mais.

Você já parou para pensar na quantidade de informações que chegam até você todos os dias?

Números e mais números relacionados ao seu negócio. Mas o fato é que, com inteligência de negócios, transformamos essas grandes quantidades de dados que, sozinhos, não significam muito, em informações essenciais para uma boa gestão.
A inteligência de negócios é vital em nosso mundo digital, pois fornece uma visão comercial que pode ajudá-lo a ver e processar muito mais do que as informações que se apresentam na superfície.

Em seguida listamos alguns dos benefícios que as ferramentas de BI oferecem:

1) Impedem que você se afogue em dados

Dependendo de como você o vê, essa incrível quantidade de dados é uma enorme dor de cabeça ou a maior oportunidade do mundo. Por um lado, há mais informações úteis possíveis do que nunca. Mas, por outro lado, há muito mais ruído no caminho para você encontrar esse sinal útil.

2) Fornecem uma riqueza de ideias

Ao utilizar conceitos e soluções de BI para seus negócios, você poderá extrair uma variedade de informações que ajudarão a melhorar as comunicações interdepartamentais e externas, os processos de solução de problemas, a análise de dados on-line, a eficiência financeira, o estabelecimento de metas, o marketing e os lucros.

3) Benchmarking é mais preciso

Ao trabalhar com os principais indicadores de desempenho (KPIs) baseados em BI, você terá a capacidade de definir metas acionáveis. Por sua vez, isso acelerará seu sucesso geral, ajudando você a formular estratégias de maneira mais eficaz e a trabalhar com referência a parâmetros essenciais com mais eficiência.
Ao escolher e definir o modelo de KPI certo para sua empresa, você poderá avaliar suas metas e progredir em um nível mais profundo e preciso.

4) Você pode prever o futuro do seu negócio

Outro conceito-chave de inteligência de negócios é a capacidade de prever tendências futuras. Os padrões e as informações fornecidas pelas ferramentas e soluções de BI oferecem um meio viável de prever resultados futuros e implementar ações para impedir a ocorrência de calamidades ou tirar proveito das tendências em potencial e ficar a frente dos concorrentes.

5) Permitem uma visualização poderosa de dados

Se você conseguir visualizar seus dados com a ajuda das ferramentas, tornando-os de fácil entendimento, poderá contar uma história com suas ideias e comunicar suas descobertas a outras pessoas com mais eficiência. Isso aumentará o sucesso da sua organização, tornando-a mais poderosa do que nunca. E as soluções de BI ajudarão você a fazer exatamente isso.

Mas como funciona isso na prática?

O BI é utilizado com o apoio de softwares especializados, com eles é possível coletar, estruturar e analisar inúmeros dados e informações relevantes.
Vamos analisar quais são os componentes que a inteligência de negócios utiliza:

1) Os dados brutos

O primeiro componente de uma solução de BI integral são os próprios dados. Esses dados podem ser algo como registros de vendas do ano, as palavras-chave implementadas em sua publicidade, tabelas de salários e benefícios ou declarações de lucros e perdas.
Os dados de uma empresa geralmente são armazenados em vários bancos de dados, dependendo de como cada conjunto de dados específico é coletado (por meio de CRMs, ERPs, arquivos simples, APIs etc.). Como resultado dessa fragmentação, as soluções de BI atuais são desenvolvidas com vários conectores de dados que permitem aos usuários consolidar todos os seus bancos de dados em um data warehouse centralizado, permitindo que eles trabalhem em cada insight conjuntamente e aprimorando a análise de banco de dados cruzado.

2) O armazém de dados

Como mencionado, o armazém de dados é a plataforma logística que conecta todos os seus diferentes bancos de dados e permite que você crie relacionamentos entre eles.
Esta é uma área que teve grandes avanços recentemente com a introdução de ferramentas de BI baseadas em nuvem.

3) Acesso a dados, análise e apresentação

Depois que todos os seus dados estiverem conectados e puderem "conversar", um dos próximos conceitos-chave de inteligência de negócios é fazer uso desses dados. Isso envolve acessar os dados, analisá-los para tendências importantes e apresentá-los de uma maneira que seja imediatamente compreensível.

4) Painel de dados e relatórios

Com base no nosso argumento anterior, o quarto e talvez o mais importante componente de um painel interativo é a capacidade de rastrear, monitorar e relatar continuamente seus dados.
Ao ter acesso a um painel on-line flexível, personalizável e controlado por dados, você pode definir metas, identificar padrões, identificar tendências e descobrir insights que promovem o crescimento e a melhoria.
Também é possível compartilhar suas descobertas com outras pessoas da organização de maneira inclusiva e simples.


Em posse dessas informações, o gestor da empresa poderá tomar melhores decisões, otimizar processos e até gerar conhecimento. Isto é: definir a maneira de fazer algo da melhor forma e documentá-la para uso futuro na empresa.

Compartilhar este Post:

Posts Relacionados:

Deixe seu Comentario